Skip to content

Exclusivo – O Pesadelo do Pedido de Demissão





 Fazer o pedido de demissão é um momento delicado, tanto para o empregado quanto para a empresa. Muitas das vezes o pedido é feito porque o empregado conseguiu uma oportunidade melhor de trabalho, ou está insatisfeito com o emprego atual.

Seja qual for o motivo, é preciso ter informações importantes de como fazer o pedido de demissão, e como o empregado e empresa devem lidar com esse momento.

E pensando nisso, criamos um artigo que vai te ajudar a esclarecer muitas dúvidas sobre pedido de demissão, como por exemplo: Quais Documentos Pedido de Demissão preciso entregar? Ou se preciso de algum Termo de Pedido de Demissão? Entre outras dúvidas.




Veja as informações que separamos para você. E saiba mais sobre como não tornar o seu pedido de demissão um pesadelo!

atraso na liberação seguro

Atraso na Liberação do Seguro Desemprego

Cálculo Demissão, você mesmo pode fazer!

O que é um Pedido de Demissão.

pedido de demissão cumprindo aviso

Ele é um documento onde o funcionário pode solicitar o desligamento da empresa, e através desse documento é possível deixar alguns termos claros, como: aviso prévio, ou dispensa do aviso prévio.




O Pedido de Demissão é feito por um determinado funcionário de uma empresa, que ou não está satisfeito com o emprego atual, ou conseguiu uma nova oportunidade.

Quando ocorre o pedido de demissão do empregado, a empresa é responsável em cumprir todos os direitos trabalhistas, como:

  • 13º salário proporcional;
  • O salário do mês vigente;
  • Férias proporcionais, ou férias vencidas (se houver);
  • E em alguns casos, horas extras, comissões entre outros.

Como esse momento é delicado para ambos os lados, porque pode haver um certo desconforto, é preciso que tanto a empresa quanto o empregado hajam de comum acordo para que esse período não se torne uma dor de cabeça.




A empresa precisa entender que aquele funcionário busca por novas oportunidades, e o empregado precisa compreender que a empresa precisa de um período para se ajustar à mudança.

Quando se pode fazer o pedido de demissão

Se você está pensando em fazer o Pedido de Demissão, deve estar se perguntando: Quando posso fazer o pedido? Essa pergunta é muito comum, porque as pessoas podem ficar ansiosas, ou preocupadas de achar o momento certo.



Você pode fazer o pedido de demissão caso já tenha algum emprego em vista, para que assim, você não corra o risco de ficar sem uma renda fixa. Ou se você preferir, e o ambiente atual não estiver agradando, você pode optar pela saída e se assegurar de seus direitos trabalhistas.

O importante é que você faça o pedido pensando devidamente no seu planejamento pessoal e de finanças. Não se precipite!

E fique atento: Se os seus Motivos de Pedido de Demissão envolve problemas como: Falta de depósito do FGTS, se o INSS não está sendo recolhido, ou se você não tira férias há anos, você nem deve entrar com Pedido de Demissão, e sim entrar com pedido de rescisão indireta.

Com a rescisão indireta você consegue os seus direitos, incluindo o seguro desemprego. E mesmo que você já tenha se desligado da empresa, você consegue recorrer com o a rescisão indireta e receber seus benefícios.

 Quem pode solicitar Demissão.

O Pedido de Demissão pode ser solicitado por qualquer funcionário devidamente registrado na empresa. Você pode ter anos de empresa, ou ainda estar em período de experiência.

Veja como você pode fazer o pedido de demissão de cargo se ainda estiver em período de experiência:

Neste caso, se você ainda está em experiência você pode Pedir a Demissão, porém não existe a opção de aviso prévio, o mesmo ocorre com a empresa que não pode fazer o desconto do aviso prévio indenizado.

O direito permanece de receber o salário, referente aos dias trabalhados até a data do desligamento, o 13º proporcional e as férias proporcionais acrescidas de 1/3.

Qual a regra do aviso prévio ao pedir Demissão

Quando você toma a decisão de Pedido de Demissão da empresa, você precisa estar ciente que é preciso cumprir o aviso prévio. Isso é previsto em lei, e mesmo que seja um momento desconfortável, você precisa cumprir com a sua parte.

E por que existe o Aviso prévio? Porque ao se desligar da empresa, é preciso encontrar um novo funcionário para preencher essa vaga. Ou seja, irão ter entrevistas, processos seletivos, treinamento, etc. Enfim, esse período é importante para a empresa se programar.

Lembre-se que você ainda está trabalhando para a empresa então cumpra com as suas responsabilidades, pois você ainda está ligado à empresa. E nesse período pode ocorrer sim a dispensa por justa causa, então tome cuidado!

Se você que fazer o Pedido de Demissão com Dispensa do Aviso Prévio, é preciso combinar com o seu gestor se existe essa possibilidade, e não deixar isso no combinado verbalmente.

Por isso o pedido de demissão deve ser por escrito, pois você pode colocar a opção da dispensa do aviso, com a sua assinatura e a do representante da empresa.

Posso pedir Demissão por e-mail?

Muitos se questionam: Será que é possível fazer o Pedido de Demissão por e-mail? Isso pode até ser feito, mas não vale como documento oficial, e por que?

Porque com o documento oficial você tem como comprovar o seu desligamento com a empresa e receber os seus direitos.

Por isso, você pode avisar o seu coordenador que deseja fazer o Pedido de Demissão por e-mail, mas você precisa entregar esse documento por escrito.

E Como Redigir um Pedido de Demissão? Em sites especializados existem muitos modelos simples de se usar. O mais importante é que tenha seu nome, a data, um breve texto que explique o seu desejo de demissão, a assinatura de ambos e as opções de dispensa do aviso prévio, ou cumprimento do aviso prévio.

Posso fazer o pedido de Demissão verbalmente?

Ao fazer o Pedido de Demissão verbalmente, você precisa se certificar de formalizar esse pedido. Pois, como já mencionamos, quando você entrega o formulário de pedido de demissão você tem uma maior segurança que seus direitos trabalhistas serão respeitados.

Caso você faça isso verbalmente, e não tenha nenhuma prova escrita, se você não cumprir o aviso prévio, porque isso foi acordado verbalmente, a empresa pode agir de má fé, e alegar que o empregado abandonou o emprego.

5 dicas para pedir Demissão sem crise.

Para ter um Pedido de Demissão sem Crise e sem dores de cabeça para ambos os lados, fique atento a essas dicas.

Converse com o setor responsável.

Ao solicitar a sua dispensa, converse com o setor responsável, no caso o RH, e esclareça a situação diretamente com o seu superior. É muito importante deixar essa decisão às claras e sem deixar um clima chato. 

 Reflita sobre a decisão.

Esse momento é muito importante, tenha cuidado para não tomar uma decisão de cabeça quente. Analise a sua situação atual, tanto pessoal quanto profissionalmente.

Faça seu papel.

Como mencionamos, ao fazer o Pedido de Demissão é comum o cumprimento do aviso prévio. Nesse período, continue fazendo a sua parte como profissional da empresa.

Cumpra os horários, prazos e rotinas do trabalho. Assim, você evita possíveis atritos e não mancha a sua carreira como profissional.

Informe-se!

Assim como você está fazendo, procure se informar de todos os seus direitos. Muitas empresas podem se aproveitar do funcionário, e por isso você precisa estar atento.

Guarde todos os seus documentos.

Ao solicitar o Pedido de Demissão às vezes algumas pessoas precisam brigar na justiça para obter os seus direitos. Por isso, faça o requerimento de pedido de demissão formalmente, com as devidas especificações e guarde o documento.

Para saber mais informações sobre Pedido de Demissão, veja o vídeo a seguir:

p;