Skip to content

Guia TOTAL para aprender sobre o Trabalho Autônomo!





Pensando em investir no trabalho autônomo, mas não sabe como funciona essa modalidade? Confira aqui as vantagens, as desvantagens e várias ideias de trabalhos autônomos no Brasil!

Entenda o que é o trabalho autônomo e confira as vantagens e desvantagens dessa modalidade de trabalho no nosso país. Quem trabalha por conta própria sabe que esse tipo de atividade tem suas vantagens e desvantagens, não é verdade?

Seja por questões econômicas, sociais ou apenas preferências pessoais, é fato que as modalidades de trabalho autônomo têm crescido cada vez mais no Brasil.

Porém, muitas dúvidas ainda cercam o assunto. Questões trabalhistas, direito à aposentadoria e outros benefícios são alguns temas importantes para os trabalhadores autônomos brasileiros e que nem sempre são bem compreendidos.




Por exemplo, o trabalho autônomo assina carteira? Como funciona o recolhimento de INSS sobre trabalho autônomo? Como fica a questão do trabalho autônomo desvantagens? E quanto ao trabalho autônomo benefícios?

Quer saber como funcionam essas questões? Então continue lendo, pois neste artigo vamos explicar tudo o que você precisa saber sobre o trabalho autônomo no nosso país!

Nos próximos tópicos, você vai aprender em detalhes o trabalho autônomo como funciona aqui no Brasil.

Confira abaixo!

Como funciona o Trabalho Autônomo?

Trabalho Autônomo benefícios
Guia TOTAL para aprender sobre o Trabalho Autônomo!

O trabalho autônomo é todo aquele em que uma pessoa exerce alguma atividade remunerada por conta própria, ou seja, sem vínculo empregatício e assumindo os riscos da atividade por si mesmo.

Em outras palavras, são aqueles trabalhadores que exploram sua força de trabalho em benefício próprio, de acordo com sua própria organização e inciativa.




O trabalhador autônomo não é subordinado a nenhuma organização. É ele mesmo quem escolhe o local de trabalho, a forma em que vai executar a atividade e o tempo que irá dedicar a ela. Pelo mesmo motivo, o trabalhador autônomo não possui um salário, como acontece com os trabalhadores de carteira assinada.

Perante a lei, a principal diferença do trabalho autônomo para o trabalhador assalariado é que o autônomo não é registrado como funcionário de uma instituição em sua carteira de trabalho.

Certamente, esse fator afeta muito a questão do trabalho autônomo direito do trabalho, como veremos mais à frente neste artigo. Quer conferir o que é trabalho autônomo exemplos? Confira no tópico abaixo!

Como denominar quem faz Trabalho Autônomo?

Como mencionamos acima, o trabalho autônomo é todo tipo de trabalho em que o próprio trabalhador gerencia todos os aspectos da sua atividade, sem vínculo empregatício com nenhuma instituição ou organização.




No Brasil, os trabalhadores autônomos se dividem em duas categorias. Confira abaixo e veja alguns exemplos:

  • Trabalhador Autônomo de Profissão Regulamentada: São trabalhadores como advogados, médicos, psicólogos, engenheiros, nutricionistas entre outros. Esse tipo de trabalhador tem sua atividade regulamentada pelos conselhos regionais da sua profissão. Tais atividades exigem capacitação profissional elevada.
  • Trabalhador Autônomo de Profissão Não Regulamentada: São todos aqueles cujas atividades não são regulamentadas por um conselho, tais como digitador, pedreiro, faxineiro, pintor, entre outros. Em geral, são profissões que exigem menos capacitação, por isso também sua remuneração costuma ser menor.

Outro ponto importante é que muita gente confunde o trabalhador autônomo com aquele que é chamado de “profissional liberal”. De fato, as duas categorias têm algumas semelhanças, mas também possuem diferenças essenciais que merecem ser esclarecidas.

A principal delas é o fato do profissional liberal ser, necessariamente, um especialista certificado de alguma área, tal como um engenheiro, arquiteto, médico, entre outros.



Além disso, embora atue com autonomia, o profissional liberal pode ter vínculo com alguma empresa e até carteira assinada, diferentemente do trabalho autônomo, em que não há nenhum vínculo empregatício.

Em outras palavras, o profissional liberal pode ou não ser considerado um trabalhador autônomo, dependendo de ter ou não vínculo empregatício com alguma empresa ou organização.

Agora, será que trabalhar como autônomo vale a pena no Brasil? Confira no tópico abaixo!

O Trabalho Autônomo vale a pena?

Ao ficarem desempregados ou insatisfeitos com um emprego, é comum as pessoas começarem a se interessar por investir seu tempo no trabalho autônomo.

Mas, afinal de contas, vale a pena ser trabalhador autônomo no Brasil?

Certamente, essa é uma questão muito relativa, pois o rol de atividades que podem ser consideradas como trabalho autônomo é bastante extenso e variado, como vimos nos tópicos acima.

Portanto, o sucesso e os benefícios que um trabalhador autônomo pode ter vão variar de acordo com aspectos como a natureza da sua atividade, o mercado e a localidade em que ele está inserido e até mesmo a sua capacidade e habilidade em gerenciar sozinho todos os aspectos necessários para tal atividade.

Nem todas as pessoas se dão bem com esse tipo de trabalho. Diante dos desafios de gerir de forma independente a sua atividade, muita gente vai preferir o trabalho “tradicional”, ou seja, com vínculo empregatício com uma empresa ou organização.

Isso porque, tal vínculo implica em uma série de diferenças para o tipo de trabalho autônomo, tais como dias e horários fixos de trabalho, demandas pré-determinadas pelos seus superiores, subordinação a uma hierarquia organizacional, entre outras exigências.

Outro fator importante de se observar é a questão da remuneração. Como não possuem um salário, os trabalhadores autônomos sempre atuam com um determinado grau de incerteza sobre quanto irão receber.

Enquanto algumas pessoas acham isso extremamente positivo, pois dá margem a buscarem receber cada vez mais, outros acham desesperador o fato de não saberem ao certo quanto irão receber no final do mês.

Qual a melhor área para trabalhar como autônomo?

Considerando a variedade de profissões e atividades que podem ser consideradas como trabalho autônomo, é impossível definir qual é a melhor área.

Todavia, é claro que atividades que demandam alto grau de especialização serão naturalmente as que possuem as melhores remunerações.

Profissionais como advogados, médicos e engenheiros estão entre os mais bem pagos dentro da categoria do trabalho autônomo.

Já trabalhadores como pedreiros, faxineiros, encanadores, digitadores, entre outros, certamente não terão o mesmo padrão de remuneração.

Ou seja, podemos dizer que as profissões regulamentadas que exigem alto grau de especialização são as melhores áreas para atuar como trabalhador autônomo.

Quer saber como funcionam os direitos do trabalhador autônomo brasileiro? No tópico abaixo você vai ficar por dentro de tudo sobre essa questão!

Quais são os principais direitos dos trabalhadores autônomos?

Se o profissional apenas presta serviços de trabalho autônomo, nesse caso ele não possui direitos trabalhistas garantidos.

Porém, pensando em garantir boas condições de renda para o seu futuro, muitos trabalhadores autônomos optam por contribuir para o INSS. Nesse caso, eles passam a ter direito a alguns benefícios que o trabalhador registrado também possui.

Confira abaixo:

  • Aposentadoria por Tempo de Contribuição;
  • Aposentadoria por Idade;
  • Aposentadoria por Invalidez;
  • Aposentadoria Especial;
  • Auxílio Doença;
  • Auxílio Maternidade;
  • Auxílio Reclusão;
  • Pensão por Morte.

Trabalhador Autônomo paga INSS?

Como se sabe, as contribuições ao INSS são descontadas diretamente das folhas de pagamento dos trabalhadores assalariados com registro em carteira.

No caso do trabalho autônomo, não há registro em carteira e, portanto, esses trabalhadores não possuem contracheque. Dessa forma, não há desconto previdenciário feito automaticamente no seu pagamento.

Mas, como mencionamos acima, todos aqueles que realizam trabalho autônomo podem contribuir para o INSS, caso desejem. Ou seja, pagar ou não o INSS para ter direito a benefícios previdenciários é opcional para os trabalhadores autônomos.

Quanto um trabalhador deste recebe?

Como informamos nos tópicos anteriores, há uma grande variedade de atividades, dos mais diversos tipos, que são consideradas como trabalho autônomo.

Sendo assim, não há uma média ou estimativa de valor que seja possível de se aplicar a todos os trabalhadores autônomos brasileiros.

Naturalmente, trabalhos que envolvem graus elevados de especialidade (tais como médicos ou engenheiros) terão sempre uma remuneração muito maior do que os tipos de trabalho autônomo que não exigem formação ou especialidade (como pedreiros ou faxineiros).

Quais profissões podem ser trabalhadas desta forma?

São muitas as profissões e atividades que podem ser exercidas como trabalho autônomo no Brasil.

Ficou interessado? Conheça agora 10 profissões que servem como trabalhador autônomo exemplos no Brasil:

  1. Advogados;
  2. Médicos;
  3. Jornalistas;
  4. Engenheiros;
  5. Nutricionistas;
  6. Agentes de Viagens;
  7. Designers Gráficos;
  8. Contadores;
  9. Fotógrafos;
  10. Professores Particulares.

Trabalho Autônomo para desempregado é bom?

O trabalho autônomo pode sim ser uma boa opção para quem está desempregado. Mas, como dissemos anteriormente, o sucesso e da atividade vão depender de múltiplos fatores, como o tipo de atividade a ser exercida e as tendências do mercado local.

Isso sem falar na habilidade e comprometimento do trabalhador. Esses são aspectos que fazem toda a diferença, não é verdade?

Portanto, não adianta pensar apenas em “tapar um buraco” deixado pela perda do seu emprego, pois há grandes chances de você acabar metendo os pés pelas mãos!

Ao invés disso, se você ficou desempregado e está pensando em começar uma carreira como profissional autônomo, escolha um trabalho autônomo e avalie com muita cautela todos os fatores que explicamos neste artigo.

Quem sabe assim você não acaba encontrando seu melhor caminho profissional na independência do trabalho autônomo, não é mesmo?

Gostou do artigo? Quer conferir ideias muito interessantes para trabalhar como autônomo no nosso país? Então assista a esse vídeo com 11 ideias de trabalho autônomo que estão em alta no momento: