Skip to content

Cálculo Demissão, você mesmo pode fazer!





Você pediu demissão, ou foi demitido e não sabe como é feito o cálculo demissão? Ainda tem dúvidas do que e do quanto você tem direito a receber? Então esse artigo é para você!

É comum ainda nos dias de hoje, as pessoas ficarem com dúvidas em relação a esse assunto, ainda mais com a nova reforma trabalhista.

E é sempre bom ficar atento aos valores que tem a receber, pois muitas das empresas podem agir de má fé, e não depositar os valores que o funcionário tem direito a receber.




Por isso, para te ajudar, vamos apresentar como deve ser feito o cálculo de demissão de trabalho; o que deve ser considerado nesse cálculo, como é feito o cálculo para quem foi demitido por justa causa, entre outras informações.

Fique atento, e tire todas as suas dúvidas sobre cálculo demissão.

Como fazer o Cálculo Demissão exato, entenda!

Reversão de Pedido de Demissão
Reversão de Pedido de Demissão

O cálculo demissão nada mais é, quando você precisa pegar alguns valores e fazer uma determinada conta, para saber quanto você tem a receber com a sua saída da empresa.




Esse tipo de cálculo é muito importante, para quem pediu demissão, quem foi demitido, ou quem foi demitido por justa causa. Em todos os casos, os valores podem variar.

Você pode fazer esse cálculo juntamente com a área do RH da empresa, com um advogado, ou por conta própria.

Se você fizer o cálculo demissão sozinho, você precisa ficar ciente dos valores que entram na conta, que são: saldo do salário, férias, 13º salário, entre outros valores que vamos apresentar mais à frente.




Nesse cálculo também serão descontados, INSS, faltas não justificadas, VR e VT.

Esse tipo de cálculo é muito complexo, por isso, o indicado é sempre contar com a ajuda de alguém da área. Mas se você preferir, você também pode fazer o cálculo das contas de demissão de forma online.

No próximo tópicos vamos falar mais sobre isso.

Calcule a Rescisão de Contrato de Trabalho Online.

Diante de tantas dúvidas, é normal ficar sem saber como fazer a conta de cálculo demissão. E pensando nisso, muitos sites especializados na área criaram um tipo de calculadora online, para você poder fazer as contas de forma correta.



Para isso, você pode fazer uma busca rápida pelo Google, e encontrará inúmeros sites que oferecem esse tipo de calculadora, e o melhor, tudo de forma gratuita.

Mas fique atento para não contratar nenhum tipo de serviço desnecessário. E também, para esse tipo de cálculo não é preciso colocar informações pessoais como CPF e RG.

Normalmente o cálculo demissão de forma online pede a data que você iniciou no trabalho, e a sua data de saída da empresa.

Fora isso, você não vai precisar colocar informações, como o nº da sua conta corrente, endereço, e demais dados confidenciais seus ou da empresa que você está trabalhando.

Por isso, sempre se certifique de que o site que está acessando é de confiança, ou peça indicação de alguém conhecido para indicar um site que ofereça esse tipo de calculadora.

O que é considerado no Cálculo Demissão.

Como já mencionamos, no cálculo demissão é preciso entrar alguns valores muito importantes para você saber o que tem direito a receber, e o que vai ser descontado.

Veja agora quais são esses valores. Um dos fatores importantes para iniciar essa conta, é colocar a data que você entrou na empresa, e a data de saída.

Após isso, você deve colocar os seguintes valores:

  • Saldo do salário;
  • Férias vencidas, mais o acréscimo de um terço;
  • Férias proporcionais mais o acréscimo de um terço;
  • Multa de 40% sobre FGTS;
  • 13º salário proporcional;
  • Aviso prévio;
  • Outros vencimentos, como horas extras.

E dentro dessa conta, os valores que serão descontados são:

  • FGTS sobre salário e aviso prévio;
  • INSS sobre salário, aviso prévio e 13º salário;
  • IRPF (imposto de renda) sobre o valor da rescisão;
  • E adiantamentos realizados pela empresa como VR/VA ou VT.

Como é o Cálculo de Demissão por Justa Causa.

E o cálculo demissão por justa causa? Como funciona? Em caso de demissão por justa causa, os valores a serem recebidos são bem diferentes.

Isso porque, quem é demitido por justa causa perde alguns direitos na hora de receber os valores de rescisão.

Só para lembrar, veja o que pode caracterizar uma demissão por justa causa:

  • Faltas excessivas e sem justificação;
  • Abandono de emprego;
  • Roubo de informações da empresa;
  • Má conduta, como assédio moral e sexual.

Esses são só alguns exemplos, mas se você acredita que a sua demissão foi indevida, entre com um processo na justiça para verificar.

Para saber o que fazer com o cálculo demissão por justa causa, você deve considerar que tem direito a receber:

  • Saldo do salário;
  • Salário atraso, caso tenha a receber
  • Férias vencidas.

E dentro do cálculo demissão, o empregado não tem direito a receber:

  • Não tem direito ao Aviso Prévio;
  • Ao 13º salário;
  • Férias proporcionais mais um terço;
  • Saque do FGTS
  • Multa de 40% sobre o FGTS
  • E seguro de desemprego.

Como calcular quando há remuneração variável.

Esse tipo de dúvida é muito comum entre profissionais que trabalham bom bonificações, e premiações em dinheiro. E esses valores à mais também alteram o cálculo demissão que deve ser feito.

Por isso, é sempre importante guardar todos os seus comprovantes, como holerites, ou demais documentos que comprovem esses valores. Assim, você não terá erros na hora de fazer as contas.

Para esse tipo de cálculo demissão você precisa considerar todos os valores que já descrevemos – caso seja demissão sem justa causa – e considerar a média de comissões dos últimos 12 meses trabalhados.

O indicado, nesse tipo de casos, é sempre fazer as contas juntamente com a área do RH, ou se preferir, contrate um profissional de sua confiança para fazer a média de sua renda variável.

Mas se preferir, você também encontra calculadoras online que fazem esse tipo de cálculo para quem recebe renda variável.

Veja como é feito o cálculo exato demissão.

Ferramentas para Cálculo Demissão, conheça!

Para ajudar a fazer o cálculo demissão já mencionamos da importância de usar as calculadoras online que podemos encontrar na internet em sites confiáveis.

Mas com tantas opções, fica difícil saber qual site acessar e qual o mais confiável.

Por isso, separamos aqui para você alguns sites mais acessados sobre esse assunto de demissão, e que trabalham com calculadoras online que fazem cálculo demissão de forma gratuita.

Uma das ferramentas mais usadas para esse tipo de informação, você encontra no site https://www.calculoderescisao.com.br/, que é Cálculo de Rescisão.

A segunda opção de site que você pode acessar é a ferramenta Calculadora Fácil, que você encontra no site: https://www.calculadorafacil.com.br/. Esse é um dos sites mais procurados e confiáveis do ramo.

E por último, mas não menos importante, você também pode escolher utilizar a calculadora da Cálculo Exato, que você pode utilizar acessando o site https://calculoexato.com.br/.

Essas são só algumas opções que separamos para você, mas existem muitas outras mais. Mas lembre-se sempre de certificar se o site é confiável!

Cálculo para Pedido Demissão empregada doméstica

Agora em relação as contas de cálculo demissão para quem é empregada doméstica é preciso ter bastante atenção. Porque afinal, ter o controle exato do que tem direito a receber pode ser mais complicado.

É preciso calcular se houve aviso prévio, férias vencidas, e até o nº de quantidade de filhos. Quando dispensado sem justa causa, a empregada doméstica também tem direito a multa de 40% sobre o valor de fundo de garantia, 13º e férias vencidas.

Quer saber mais sobre o cálculo demissão? Acesse o blog → Seguro Desemprego e  então assista esse vídeo: