Skip to content

Seu Seguro Desemprego pode durar mais?





Conheça as estratégias bombásticas que fazem o seu seguro desemprego durar mais!

Chegando ao final de ano, e, a tendência é haver aumento de despesas. É compra de roupas, sapatos, alimentos para a grande ceia, presentes natalinos para as crianças, enfim, é preciso apertar o cinto para não perder o controle finan.

O início de ano também traz novas despesas. Afinal de contas, quem é que se ver livre do pagamento de IPVA, material escolar e matrícula dos filhos e IPTU? Manter uma reserva para quitar essas obrigações, é uma opção inteligente!




Agora imagine você ter todas essas despesas e ainda estar desempregado?! Será que existe alguma saída? O que você acha da ideia de fazer o seu seguro desemprego durar mais?

Saiba como isto é possível:

É Importante o Seguro Desemprego durar mais

Administrar o Dinheiro da Rescisão
Administrar o Dinheiro da Rescisão

O que vem a ser o Seguro Desemprego? Nada mais, nada menos que um benefício concedido ao trabalhador brasileiro.




Ele é mantido pelo Fundo de Amparo ao Trabalho (FAT). (https://www.jusbrasil.com.br/legislacao/104164/lei-de-criacao-do-fundo-de-amparo-ao-trabalhador-lei-7998-90)

De que se trata o valor do Seguro desemprego? Para entender melhor vamos as perguntas:

  • Trabalhou de carteira assinada e foi demitido sem justa causa? Você têm este direito!

Ultimamente, sempre uma nova alteração ocorre na legislação trabalhista, por isso, o que você acha de acompanhar uma listinha de tirar dúvidas? Vamos iniciar!


    • Seguro Desemprego Extensão: Já ouviu falar sobre isto? Este é um dos assuntos que vem sendo bastante discutido. De que se trata? Para ter direito a prorrogação de 12 meses do período de graça, a ideia é que o empregado tenha sido demitido ou de que tenha pedido dispensa;
    • Retomada do seguro desemprego: De que se trata? O trabalhador terá direito ao recebimento, novamente, do seguro desemprego desde que esteja nos seguintes critérios: É preciso ter sido demitido do novo emprego e desde que receba benefício de prestação continuada da Previdência Social;
    • Seguro desemprego 7 parcelas, quem tem direito? Pelas novas regras que estão surgindo, ele é destinado para quem se encaixa nos critérios do Seguro Desemprego Extensão;

    Deu para esclarecer suas dúvidas? É sempre bom se manter bem informado!

    Retomada do Seguro Desemprego

    4 Dicas para o Seguro Desemprego durar mais

    Como já falamos, o Seguro-Desemprego é um benefício fin. concedido a quem foi demitido. Como ele é pago? De 03 a 05 parcelas, dependendo do tempo trabalhado. Para saber se você está por dentro das novas regras, vamos a umas perguntinhas básicas!



    Espero que você saiba responder:

    • Seguro desemprego mais de 3 vezes: É preciso ter trabalhado por 6 meses e não ter solicitado seguro desemprego pelo período de 18 meses;
    • Pegar seguro pela quarta vez: Como informado anteriormente, é preciso seguir a regra acima!
    • Qual o valor do seguro desemprego: Para calcular o valor do auxílio, como proceder? Usa-se como referência os 3 últimos salários do requerente e faz uma média.

    Se saiu bem nas respostas? Espero que sim!

    Para dar continuidade a este assunto, você sabe qual o segredo para o seu seguro desemprego durar mais? Só existe uma alternativa! É só economizar! Siga as dicas que se seguem:

    Organize as Finanças

    É preciso saber viver com pouco! Foi demitido? Está desempregado? Além do Seguro desemprego, você tem direito ao FGTS. Reserve esse dinheiro ou de preferência não gaste antes de lê este artigo.

    Como administrar o dinheiro da rescisão? Para você não ficar com a “corda no pescoço”, o que acha de acompanhar umas dicas geniais?

    Acompanhe:

    • Vamos iniciar com uma planilha básica! Defina quanto tem direito a receber mensalmente;
    • Defina quais os seus custos fixos e variáveis;
    • A ideia é reduzir todas as suas despesas tipo água, luz, telefone. Afinal de contas, você ainda não está trabalhando;
    • Definiu receitas e despesas na planilha? É bom pagar o que deve e não contrair novas dívidas;
    • Se preferir, antecipe pagamento de suas despesas para se ver livre delas.

    No início, pode até dar um pouco de trabalho, mas você perceberá que valerá a pena!

    Corte gastos supérfluos

    Como administrar o dinheiro da rescisão? Para fazer com responsabilidade, é preciso saber definir o que vem a ser gastos supérfluos. Você se arrisca a dar palpite?

    Seguindo o que diz o conceito, são despesas extras, não necessárias, que contraímos e quase sempre prejudicam a saúde financeira da família.

    Onde cometemos o erro de contrair gastos supérfluos? Em todos os lugares. Por isso, é preciso ter muita disciplina.

    Antes de comprar algum produto, faça as seguintes perguntas:

    • Será que esse produto me fará falta?
    • Eu consigo substituir esse produto por outro que tenha menor custo?
    • Eu consigo viver sem esse produto?

    Se as 3 respostas forem SIM, certamente, você está diante de um produto supérfluo. Não o compre! Faça seu seguro desemprego durar mais!

    Fim do Cartão de Crédito

    O cartão de crédito é um item importante no nosso dia a dia. Ele facilita na hora de efetuar uma pequena ou grande compra, quando precisamos pagar um lanche, e, inclusive, ele é super útil em um momento emergencial.

    Como administrar o dinheiro da rescisão? O que fazer para o seu seguro desemprego durar mais? É preciso acompanhar as novas dicas para se sair bem:

    • No momento em que estamos com o dinheiro contado ou precisando poupar, é preciso esquecer nosso maravilhoso cartão de crédito para não se endividar e, de repente, não ter como pagar;
    • Relacione todas as despesas de seu cartão de crédito e quite tudo que já comprou;

    Atenção: A taxa de juros do rotativo do cartão de crédito é de 300% ao ano.

    Agora imagine você se endividar e não ter como pagar? Além de ficar com o nome sujo, você dificilmente conseguirá quitar essa nova dívida, não acha?

    Divida seus gastos

    No momento em que você está pensando em fazer render ainda mais o seguro desemprego, uma sugestão inteligente é fazer uma reserva de emergência para autônomo a fim de dividir seus gastos.

    Como fazer isto? Acompanhe os detalhes:

    • Fazer uma reserva emergencial é você guardar 6 vezes o valor de gasto mensal;
    • Vamos a um exemplo prático: Se você gasta, mensalmente, R$ 1.000,00 quer dizer que deverá guardar uma reserva de emergência de, no mínimo, R$ 6.000,00. Isto tomando por base 6 meses!
    • Outra dica válida é: Separe um percentual para compra de algo para você! Se presenteie! Pesquise e adquira com um custo mais baixo.

    Lembre-se: Manter a saúde financeira faz parte da inteligência emocional!

    Que tal Investir o Seguro Desemprego?

    Foi demitido? Antes de pensar em qualquer coisa, a sua pergunta básica deverá ser: quando recebo o dinheiro da rescisão? Após esta definição, qual o próximo passo? Vamos dar uma ideia bem bacana para você! Veja:

    Você quitou suas dívidas? Está com uma graninha guardada? O próximo passo é se perguntar: Como investir o dinheiro do acerto do meu FGTS e Seguro Desemprego?

    Para responder esta pergunta, vamos pensar da seguinte forma:

    A pessoa que está desempregada, não tem previsão de quando conseguirá outro emprego, não é verdade? O que fazer? Não precisa desespero! Você se sairá muito bem nesta nova etapa:

    • O que acha de fazer um investimento em você mesmo? Faça um curso, se qualifique! As suas chances de voltar ao mercado de trabalho irão aumentar;
    • Investir em ativos lucrativos, certamente é uma boa opção. No Tesouro Selic, por exemplo, você pode começar investindo valores baixos;
    • Fui demitido e quero abrir um negócio: Você tem espírito empreendedor? O que acha de investir parte de seu seguro desemprego numa atividade lucrativa? Seria uma excelente ideia, não acha?

    Lembre-se: Há sempre uma saída, mas é preciso não perder o controle das suas finanças e saber multiplicá-las com os investimentos.

    E você, qual opção vai usar para fazer seu seguro desemprego durar mais? Conte-nos!

    Quer saber mais? Acesse a página → Seguro Desemprego e assista o vídeo: